O Rota do Blues Radio é a versão rádio web (podcast) do primeiro programa da TV brasileira a abordar a história do gênero.
A versão web tem a mesma proposta, contar a história do blues através de suas obras sonoras e seus inúmeros interpretes ao longo de sua história centenária.
Um dos destaques principais do programa é mostrar o blues feito no Brasil através de bate-papos com músicos e afins que vivem o cenário do blues nacional.
É só clikar e escolher a edição desejada.
Seja bem-vindo (a) na verdadeira Rota do Blues !!!
The Route of Blues Radio is the web podcast radio version from the first brazilian television program about the history of the gender .
The web version has the same purpose, tells the history of blues thru the sounds and stuffs of their several interprets along this centenary way.
One of the highlights is show the blues made in Brazil over the interviews of the brazillian blues musicians.
Its only to click to choose you desired edition!
You are welcome to the really mean Route of Blues.

quinta-feira, 22 de maio de 2008

Grandes discos de Blues - Bluesbreakers


Iniciamos aqui uma nova série no blog, os grandes discos do blues que vc sempre quis ter e nunca teve ou nunca ouviu, eheeheh e aqui está o primeiro, e não poderia deixar de ser ele o mestre que ressuscitou o genero e carregou durante anos a responsabilidade de reproduzir a espécie enquanto a extinção andava no fio da navalha. Enquanto os Beatles invadiam a Amerika já há dois anos e já reciclavam a sua alma de borracha, a guerra do Vietnam rolava solta e os marines caçavam incessantemente um tal de "charlie", montados em suas mariposas de hélice. Era 1966 e um tal de slow hand tocava na banda e dai uns tempos faria sucesso com um baixista bom demais e um ruivo na batera que estava sempre alto e tocava igual uma máquina de trovão.As Pedras Rolantes estavam sempre nos xilindrós da Scotland Yard.
Era a década de 60 e o mundo era belo vc podia olhar para uma mulher e pedir para segurar sua mão( que diferença do mundo e do amor de hoje!), ou podia ouvir o blues inglês já menino e ouvir todas aquelas canções dos anos 30 recicladas e ficar se perguntando: porra onde eles arrumaram essas musicas? Uai, o blues não morre?porque radio não toca essas músicas e fica só repetindo yeah yeah yeah!
Mas se não fosse esse inglês ousado e aquele lourinho dos Stones e mais alguns outros que peitaram tudo que estava pela frente, que insistiam em andar na contramão será que existiria a nata, a experiência, o livre, o zepellin ladrão de blues????
Segura o ônibus e olha que na Inglaterra eles tem dois andares.
Vamos nessa...

http://www.4shared.com/file/48455043/7f956b02/John_Mayall_Bluebrakers.html?dirPwdVerified=d1ea7617

Um comentário:

Silvana disse...

Oi! tenho total interesse! Quero muito que o trabalho de Jean Mitchell sobreviva à sua morte. Fique à vontade! e, se precisar de alguma coisa, é só me falar. Muito obrigada!