O Rota do Blues Radio é a versão rádio web (podcast) do primeiro programa da TV brasileira a abordar a história do gênero.
A versão web tem a mesma proposta, contar a história do blues através de suas obras sonoras e seus inúmeros interpretes ao longo de sua história centenária.
Um dos destaques principais do programa é mostrar o blues feito no Brasil através de bate-papos com músicos e afins que vivem o cenário do blues nacional.
É só clikar e escolher a edição desejada.
Seja bem-vindo (a) na verdadeira Rota do Blues !!!
The Route of Blues Radio is the web podcast radio version from the first brazilian television program about the history of the gender .
The web version has the same purpose, tells the history of blues thru the sounds and stuffs of their several interprets along this centenary way.
One of the highlights is show the blues made in Brazil over the interviews of the brazillian blues musicians.
Its only to click to choose you desired edition!
You are welcome to the really mean Route of Blues.

quinta-feira, 29 de maio de 2008

Atração 3a edição Rota do Blues Radio

JOHN MAYALL

Difícil escrever sobre quem já se disse tudo. Mas que quase ninguém leu.
Sobre John Mayall a imprensa carrega no seu arsenal de muletas ou clichês: lenda viva do Blues, avô do Blues, grande desbravador.
Só que John é isso e muito mais. Nasceu numa familia de classe média baixa, ali pelas bandas poluidas de Mancehster.
Sempre foi considerado um excêntrico e para completar o quadro cultural serviu por 3 anos com o exercito inglês na guerra da Coréia, depois de passar pelas famosas escolas de art inglesas
(subterfúgio para abrigo de mentes e corações desajustados do britsh-way-of-life).
Interessante como essas escolas produziram muitos músicos e deixaram as artes plásticas em segundo plano.
Logo formou uma banda de blues. Uma? Bom, era mais uma formação itinerante, um dia tocava um músico tal , dai no outro dia vinha um diferente, que convidava uma amigo...que convidava outro amigo. Se agradasse a Mayall tocava uns tempos por lá. Um show no Crawdaddy, uma esticada até Liverpool, ou Manchester, ou na Irlanda e nesse ritmo passaram pela banda de Mayall aqueles que amamos e que fizeram o que presta no blues e no rock: como Eric Clapton, Peter Green, Mike Fleetwood, Mick Taylor,Jack Bruce. Bom... fora os outros que vinham e tocavam uma jam ou duas e depois chamavam mais outros que faziam a mesma coisa.
E tome shows com concivdados e jams com os mestres do blues americanos é até dificil relacionar quais:Albert King, Buddy Guy, Junior Wells, Etta James, seu amigo do peito John Lee Hooker.
Nunca será demais afirmar que todo o blues do final século XX teve ligação direta com mr Mayall e que ele foi um dos principais responsáveis pelo revigoramento do gênero, como pela divulgação
pura e simples para as platéias brancas de todo o mundo.
Racismo ? Sim, todo mundo tem racismo enrustido. Se deixassemos o blues por conta dos americanos teria sido exterminado pelos racistas sulistas da KKK e sua exploração de latifundiarios imbecis.
Portanto viva John Mayall o homem que salvou o blues.

By
Bob Tequilla

Nenhum comentário: