O Rota do Blues Radio é a versão rádio web (podcast) do primeiro programa da TV brasileira a abordar a história do gênero.
A versão web tem a mesma proposta, contar a história do blues através de suas obras sonoras e seus inúmeros interpretes ao longo de sua história centenária.
Um dos destaques principais do programa é mostrar o blues feito no Brasil através de bate-papos com músicos e afins que vivem o cenário do blues nacional.
É só clikar e escolher a edição desejada.
Seja bem-vindo (a) na verdadeira Rota do Blues !!!
The Route of Blues Radio is the web podcast radio version from the first brazilian television program about the history of the gender .
The web version has the same purpose, tells the history of blues thru the sounds and stuffs of their several interprets along this centenary way.
One of the highlights is show the blues made in Brazil over the interviews of the brazillian blues musicians.
Its only to click to choose you desired edition!
You are welcome to the really mean Route of Blues.

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Atração programa 6


FLEETWOOD MAC

Fleetwood Mac é uma banda cheia de histórias confusas, um inicio promissor no blues e
depois uma debandada pop.Era um embrião, um casulo mas não virou libelula. A metamorfose
foi como filme de terror. Virou bruxa.
Uma vez eu lí nos anos 70 uma entrevista de mr BB KINg em que perguntavam a ele qual
seria o guitarrista mais promissor da Inglaterra, lugar sagrado de tantos senhores
da guerra eletrica. E ele citava
Peter Green. Foi a primeira vez que ouvi falar do distinto. Peter como quase todo mundo do
blues britanico tocou na tribo de Mayall substituindo Eric clapton.
Mas como aconteceu com quase todos os musicos também logo saiu para formar sua propria banda.
Foi arrebanhando musico daqui e dali. Chamou um baterista amigo um tal de Mick fleetwood,
que havia sido recusado por Mayall,John macEnvie ficava na baixaria e foi convocando guitarristas.
Era um prenuncio que no futuro a banda ficaria sem eles ehehehehehe.
Primeiro veio Jeremy Spencer depois Danny Kirwan, que tinha apens 18 anos. E pronto tava formadao o Peter's Green Fletwood
Mac. começam os shows, abrindo até para o Cream e muito o sucesso com
os ingleses fanáticos por blues(Oh que oásis!), das suas gravaçoes participan até
Otis span e Willie Dixon.

E de repente Peter green Tem um acesso mistico e abandona guitarras e mundo musical.Karamba isso
é histórinha do seriado dos monkees????Não era não.
A banda continua e numa excursão nos EUA, em Los Angeles Jeremy Spencer desaparece( só faltava ser na blue jay way cheia de brumas cabulosas,
os Beatles já haviam avisado que a fumaça desse lugar é perigosa podia até matar um baixista, que dirá sumir com um guitarrista).
Dias depois foi encontrado numa masmorra dos children of god ou meninos(abandondonados) de deus.Será que é possivel???Era sim. Crise mistica lisergica, assim explicou mr Edu Soliani , consultor de assuntos misticos-lisérgiocos do bloog admirador distante de saint Timothy Leary.
Só que a banda continuou com modificações radicais e o projeto blues também teve uma crise mistica,
isto é foi para o inferno.Se voces não sabem o blues também é uma religião.
Quem o abandona e cai no pop virá anjo decaido.Ou decadente.
E foi o fim do FleetWoods Mac bluseiro e aí só deu baladinhas pop e rockinhos para matar gimba. Assim é o blues: alguns viram misticos outros o traem descaradamente.


Nenhum comentário: