O Rota do Blues Radio é a versão rádio web (podcast) do primeiro programa da TV brasileira a abordar a história do gênero.
A versão web tem a mesma proposta, contar a história do blues através de suas obras sonoras e seus inúmeros interpretes ao longo de sua história centenária.
Um dos destaques principais do programa é mostrar o blues feito no Brasil através de bate-papos com músicos e afins que vivem o cenário do blues nacional.
É só clikar e escolher a edição desejada.
Seja bem-vindo (a) na verdadeira Rota do Blues !!!
The Route of Blues Radio is the web podcast radio version from the first brazilian television program about the history of the gender .
The web version has the same purpose, tells the history of blues thru the sounds and stuffs of their several interprets along this centenary way.
One of the highlights is show the blues made in Brazil over the interviews of the brazillian blues musicians.
Its only to click to choose you desired edition!
You are welcome to the really mean Route of Blues.

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Atração programa 7


Willie Dixon - 1915/1992

Willie James Dixon é sinônimo do blues. Não foi um grande cantor. Como instrumentista foi um contra-baixista razoável. Nenhum músico de blues atingiu o tamanho de Dixon como compositor. Foi também arranjador e um dos maiores produtores do gênero, principal responsável pelo sucesso da gravadora Chess, porta-voz do Chicago blues.As composições de Dixon eram disputadas pelos dois maiores nomes do Chicago Blues, Muddy Waters e Howlin’ Wolf. Todos os grandes grupos da chamada invasão britânica dos anos 60 gravaram Dixon. Criou uma fundação, a Blues Heaven Fundation, organização sem fins lucrativos para corrigir injustiças passadas e estimular as vocações, mantendo vivos a memória e o futuro do blues. Em 1987, o Led Zeppelin concordou em indenizar Dixon pela apropriação indevida de sua música, especialmente You Need Love que virou Whole Lotta Love.Dixon nasceu no Delta do Mississipi e morreu em 1992 aos 76 anos de idade numa despedida digna de um homem com alma blues.
Veja o que foi publicado no jornal O Estado de São Paulo de 7 de fevereiro de 1992:


"Chicago prestou uma última homenagem ao lendádio bluesman Willie Dixon tomando emprestada uma tradição de Nova Orleans. Uma carroagem do tempo da Guerra Civil amenicana, puxada por cavalos, cruzou a zona sul de Chicago carregando o esquife de Dixon, seguida de um cortejo de músicos de blues de cabelos grisalhos que tocavam Celebrete a Wonderful Life. A banda marcial de uma escola da cidade também fez parte do cortejo acompanhado por uma multidão de guarda chuvas que subiam e desciam no ritmo da música. Centenas de fãs, negros e brancos, de todos os cantos de uma segregada Chicago, caminhavam juntos ao compasso do blues enquanto moradores da vizinhança acenavam de suas sacadas e seguravam posters com o rosto sorridente de Dixon"....


Fonte- Blues - Da Lama a Fama - Roberto Muggiati



Nenhum comentário: