O Rota do Blues Radio é a versão rádio web (podcast) do primeiro programa da TV brasileira a abordar a história do gênero.
A versão web tem a mesma proposta, contar a história do blues através de suas obras sonoras e seus inúmeros interpretes ao longo de sua história centenária.
Um dos destaques principais do programa é mostrar o blues feito no Brasil através de bate-papos com músicos e afins que vivem o cenário do blues nacional.
É só clikar e escolher a edição desejada.
Seja bem-vindo (a) na verdadeira Rota do Blues !!!
The Route of Blues Radio is the web podcast radio version from the first brazilian television program about the history of the gender .
The web version has the same purpose, tells the history of blues thru the sounds and stuffs of their several interprets along this centenary way.
One of the highlights is show the blues made in Brazil over the interviews of the brazillian blues musicians.
Its only to click to choose you desired edition!
You are welcome to the really mean Route of Blues.

segunda-feira, 24 de março de 2008

Atração Programa 1 - LITTLE WALTER

Mestres do Blues

Little Walter nasceu em 1930, na Louisiana. Com seis anos começou tocar gaita, com doze largou a escola e com catorze já acompanhava Sonny Boy Willianson II e aos dezesseis, mudou-se para tocar nas ruas de Chicago em troca de gorjetas.
Little Walter foi um dos maiores nomes da música americana. Chegou no circuito dos grandes nomes do Blues através de Big Bill Bronzy. Daí acompanhou Menphis Slin, Tampa Red, Bukka White e outros. Em 1948 conhece Muddy Waters e aí começa a catarse. Na banda de Muddy, Walter colocou toda a sua capacidade de improviso, criatividade e foi um dos responsáveis pela eletrificação do som do Mestre. Pelo selo CHESS, lançaram discos que pontuariam toda uma geração de jovens músicos que surgiriam nos EUA. Alguns deles? Dois; Elvis Presley e Jhonny Cash. O novo andamento dado ás musicas, a aproximação com o Country, deram boas dicas para moldar o que mais tarde conheceríamos como Rock and Roll. O embrião está todo no seminal disco de 1950, “You’re Gonna Need My Help I Said“.
Fez sucesso. Em 1952, Walter sai em carreira solo. Sua carreira decola, a popularidade vai a mil e começa a colher frutos. Sai em turnês pela Europa, passa a ser reconhecido por grandes nomes do mainstreman da época e em 1957 faz um show antológico no Teatro Apolo de Nova York, além de gravar um discaço com Otis Rush. Agora...
Em 1968, teve sua carreira abreviada após morrer numa briga de boteco. Apanhou, tomou porrada até morrer porque quando ficava bêbado se tornava um mala insuportável. É impressionante...Se vc quiser olhar pelo lado mórbido, fique à vontade. O Blues também é isso!

Performaces escolhidas:
01. Joke
02. Mean Old World
03.Oh, Baby

2 comentários:

msblues disse...

Apesar de ser guitarrista, Little Walter tem grande influência na minha maneira de tocar e cantar o blues.
Só uma retificação: Ele morreu em 1968.

Edu Soliani disse...

Já está corrigido, Msblues.
É muito bom estarmos sempre atentos.
A informação tem que chegar plena.
Valeu pelo comentário.
Grande abraço!!!!!!!!!